Fale Conosco
(41) 3019-6842

As Redes Sociais e o Processo

Em um caso analisado pela 6ª Turma do TRT de Minas, o reclamante faltou ao serviço alegando que a filha estava doente, porém uma foto no Facebook mostrava o mesmo dentro de uma piscina em uma reunião festiva.

Tais imagens foram apresentadas pela empresa para comprovar que a justa causa era devida. Assim a ré procurou demonstrar que a falta era injustificada e, precedida de outros maus comportamentos e faltas sem motivo. Segundo a companhia, todas foram precedidas de advertências e suspensão.

Junto com outras provas produzidas, esses dados convenceram o relator do recurso do empregado, de que a empregadora agiu de forma correta. Assim a Turma de julgadores manteve a sentença que julgou improcedente o pedido de reversão da justa causa.

O caso acima citado demonstra que as redes sociais hoje fazem parte de forma ativa e natural no dia a dia das pessoas, por isso muitas informações nelas registradas começam a ser utilizadas nos processos judiciais como meio de prova.